Livro: "Mude seus horários, mude sua vida" (Dr. Suhas Kshirsagar)

Minhas considerações sobre o livro e também sobre a minha experiência já colocando em prática alguns aprendizados.



Vi esse livro pela primeira vez em 2020 numa padaria e lembro que o título já me deixou muito interessada, especialmente quando vi o nome do autor e com prefácio do Deepak Chopra já imaginei que falaria sobre Ayurveda.


Estudo a Medicina Ayurveda a muitos anos então foi uma grata surpresa ver que neste livro ele associa os conceitos do ayurveda com conceitos ocidentais, isso ajuda muito na compreensão, especialmente para quem não tem nenhum conhecimento sobre ambos os assuntos. Na minha opinião este não é um livro para quem quer aprender de fato sobre ayurveda, mas é um excelente livro introdutório e bem prático.


Ele cria um link sobre o ritmo circadiano e o ayurveda, e dessa forma conseguimos colocar muito do que é sugerido em prática no nosso dia, porém se cabe um alerta sobre a leitura, é que seja feita com a mente aberta a aprender e filtrar o que é viável de fato, digo isso pelo fato de as práticas da medicina ayurveda serem bem diferentes das nossas aqui no Brasil, tanto nos tipos de alimentos, quanto nos temperos e isso associado as práticas, horários, pode deixar alguns leitores ansiosos ou frustrados por não colocar tudo em prática.


Muito pode ser feito com as orientações do autor, com certeza com boa vontade e dedicação muitos dos nossos hábitos podem ser transformados para uma vida mais saudável, aos poucos, dia a dia fazendo algumas mudanças sugeridas podemos ter grandes resultados, muito mais energia, disposição e saúde.


Não é você, são os seus horários


O autor diz: diga-me qual sua rotina diária que lhe direi quanto se sente saudável. Diga-me quando come e lhe direi se é fácil ou difícil manter o peso. Diga-me quando pratica exercícios físicos e lhe direi se esta fortalecendo ou desgastando os sistemas no organismo. Diga-me quando desliga a televisão ou o computador (e o celular) à noite que lhe direi até que ponto é sensível ao estresse. Diga-me a que horas pega no sono e lhe direi se precisa de café para ter mais energia a tarde ou se fica impaciente com as pessoas que ama no fim de um longo dia. - trecho da página 11


Essa é a base desse livro, tudo gira em volta do ritmo circadiano, e olha, é muito interessante tudo que ele aborda sobre esse assunto, desde os hormônios envolvidos, todo funcionamento do corpo, o motivo para que cada coisa aconteça, a como entrar em sincronia com esse ritmo e começar a restaurar o equilíbrio do corpo.


Ritmo circadiano


O ritmo circadiano é o ritmo natural do nosso corpo, que tem um ciclo de quase 24 horas, esse ciclo se reinicia toda manhã quando percebemos a luz do dia.

É através desse ritmo que nosso corpo sabe quando é o momento de comer e digerir os alimentos, que momento liberar hormônios que vão nos preparar para dormir e também é ele quem regula funções como pressão arterial, metabolismo, temperatura corporal, hormônios e até a reparação celular.


Aqui já deu pra ver a importância desse ritmo não é? Pois é, e aí o que esse livro nos mostra com muita clareza é que nossas rotinas criadas em torno da agenda do trabalho e sem nenhuma consciência sobre os cuidados que devemos ter com nossos horários cria uma bagunça nesse ritmo circadiano, gerando assim estresse, insônia, dificuldade em emagrecer, desgaste, dores e doenças crônicas.


Nosso corpo pede para ter o ritmo da natureza, de seguir a luz do dia e isso é completamente ignorado nos dias de hoje onde passamos horas dentro de um lugar fechado, com luzes artificiais, café e estresse. Sim, eu sei que precisamos trabalhar, ainda mais num momento pandêmico como o que vivemos, quem tem seu emprego deve ser muito grato, porém, podemos e devemos buscar alternativas e possibilidades de dar o mínimo para que nosso corpo funcione bem e que tenhamos longevidade e saúde de verdade.


No livro o autor nos ensina diversas formas de cuidar dos principais pilares do ritmo circadiano:

  • Sono

  • Atividade física

  • Alimentação

A questão toda aqui é quando você faz cada uma dessas coisas, os horários onde você realiza as refeições, faz sua atividade física e dorme são de fato as chaves para a saúde.


E onde entra o ayurveda nisso tudo afinal?


A pelo menos 6.000 anos o ayurveda tem como base das sua práticas o ritmo da natureza, eles acordam com o sol, tem horários específicos para se alimentar e exercitar, assim como para dormir.

Mas não é só isso, na medicina ayurveda existem os biotipos individuais de cada um, que são chamados doshas , e é aí que as coisas ficam realmente poderosas, quando cada um cuida do corpo de acordo com a sua natureza energética.


No livro respondemos vários testes para determinar o dosha prevalecente, e assim receber as orientações específicas para seu tipo de energia, quais alimentos são melhores, o tipo de atividade física, como cuidar do seu sono e mais.


Não vou me aprofundar nesse assunto aqui no post mas prometo trazer posts sobre os doshas e suas características para complementar.


Os autor fala sobre seguir o ritmo circadiano associado aos cuidados específicos para seu dosha e também de acordo com as estações do ano, é apaixonante!


No final ele ainda passa diversas opções de rotinas - o dia perfeito - unindo tudo que você leu.


Minhas experiências


Logo que comecei a ler o livro já pude notar vários detalhes que precisavam ser alterados na rotina aqui de casa, especialmente o horário de dormir, ter um horário determinado para largar as telas, o horário da atividade física e o horário de jantar / o que consumimos.

Aos poucos comecei uma rotina do sono pensada especialmente no meu filho (com 4 anos no momento que escrevo), essa rotina inclui jantar cedo (entre 18:45 - 19h), brincar, banho e aí sem telas vamos ler os livrinhos e fazer brincadeiras tranquilas, desde o momento do banho eu uso a aromaterapia para ancorar a ideia de que a hora de dormir esta chegando - uso o Spray Shanti no quarto e sala onde ficamos.


No livro ele sugere escrever um diário, ler um livro, meditar, mas faço isso pela manhã, a noite o tempo é dedicado ao pequeno.


Com esse ritual do sono as 22h (as vezes antes) as luzes são apagadas e vamos dormir.


Em menos de 1 semana consegui regular esse horário, antes ele ficava esperando o pai acabar as aulas da faculdade (23h) para querer ir deitar.


Para alterar a rotina do sono precisei alterar o horário do jantar que ficou bem mais cedo, e isso me fez um bem enorme pois como comia tarde, dormia mal e tinha vários episódios de indigestão.

Essa mudança esta também trazendo melhores escolhas, de acordo com as orientações do livro do tipo de alimento que deve ser consumido no jantar, especialmente leve com legumes e verduras.


O que ainda esta entrando no ritmo é o horário da atividade física, eu e meu marido caminhávamos a tarde e agora o objetivo é colocar essa caminhada no período da manhã, quanto mais cedo melhor.


Conclusão


Todos os dias temos a oportunidade de escolher como vamos nos cuidar, o que vamos comer, como vamos lidar com as emoções, o fato é que cada uma dessas escolhas vai reverberar daqui anos, quando envelhecermos, com certeza vamos querer ter saúde, força, flexibilidade e clareza mental quando essa época chegar. É disso que se trata esse livro viver uma vida com saúde e envelhecer nas melhores condições possíveis.


Eu amei o livro, achei inspirador, realmente tem muita coisa que pode ser feita no nosso dia a dia da melhor forma, com boa vontade muito pode ser adaptado.


Volto para complementar o assunto relacionado a medicina ayurveda que é algo que eu realmente amo.


Recomendo muito a leitura.


Abaixo vou deixar o link do livro no site da Amazon caso você queira adquirir.

Através desse link eu recebo uma pequena comissão ;)




Espero que tenha gostado desse post


Até mais,

Carol

IMG_20200917_153322_391_edited.jpg

Olá, que bom ver você por aqui!

Eu sou a Carol e por aqui compartilho com você o que aprendi e vivo diariamente sobre autoconhecimento, cuidados holísticos e desenvolvimento pessoal.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest